Europa

Membros do Conselho Oleícola elaboram novo acordo

Jun. 24, 2015
Por Isabel Putinja

Notícias recentes

Os países membros do Conselho Internacional do Azeite (COI) concordaram com um projeto de texto para substituir o atual Acordo de 2005. O documento servirá de base para as negociações do novo acordo a ser discutido em outubro 2015 em uma conferência das Nações Unidas em Genebra. Espera-se que o novo contrato entre em vigor em janeiro 1, 2017 até o final do 2026.

As discussões sobre o rascunho do texto ocorreram pouco antes das 24 horas do COI.th sessão extraordinária em Madri na semana passada.

O texto preliminar apresenta várias mudanças importantes no contrato atual, incluindo:

- Mais peso deve ser dado aos países consumidores por meio de uma fórmula proposta que calcula a participação dos países membros no orçamento do COI, analisando igualmente a produção, as exportações e as importações.

- Um novo processo de tomada de decisão para tópicos relacionados ao padrão internacional de comércio do COI, que inclui novas etapas visando a construção de consenso, incorporando um novo procedimento de votação.

Anúncios

Após discussões sobre o novo acordo, os 24 membros do COIth sessão extraordinária do Conselho de Membros, realizada de 16 a 19 de junho. Várias medidas para adoção foram discutidas pelos comitês especializados:

- O Comitê Econômico tomou a decisão de adiar a publicação dos resultados do estudo de custos de produção, a fim de verificar dados, solicitar validação da metodologia para o estudo da cadeia de valor e realizar a reunião de maio de 2016 do Comitê Consultivo do COI para o Azeite. e azeitonas de mesa no Irã, que incluirão um seminário regional sobre um tópico relevante.

- Os membros do Comitê de Promoção decidiram publicar em julho uma nova convocação para solicitações de subsídios para atividades promocionais a serem realizadas entre o 1 de outubro do 2015 e o 31 de março do 2016.

Anúncios

- O Comitê Técnico propôs não alterar o limite de éster etílico de 35 mg / kg para a próxima safra, para realizar uma reunião neste outono para organizar um seminário do COI em 2016 em Xylella fastidiosa, e apresentar recomendações para os organizadores de competições de qualidade.