`Produtores turcos criticam projeto de lei para permitir usinas de energia em olivais - Olive Oil Times

Produtores turcos criticam projeto de lei para permitir usinas de energia em olivais

Jul. 25, 2014
Charlie Higgins

Notícias recentes

Pequenos olivais na Turquia como este podem ser transformados em projetos como usinas nucleares se um projeto de lei for aprovado.

Os produtores de oliva da província turca de Muğla criticaram um projeto de lei no parlamento que permite atividades de energia e mineração em terras que abrigam olivais tradicionais há centenas de anos.

A iniciativa levantou preocupações não apenas sobre o futuro do setor de azeite turco, mas também sobre danos ambientais a longo prazo.

Ao remover o status oficial dos olivais com áreas de menos de dois hectares e meio, o projeto abriria o caminho para projetos de energia como uma usina nuclear em Mersin e uma usina térmica em Yatağan. O projeto também removeria a legislação atual que exige que as instalações de energia renovável sejam construídas a pelo menos três quilômetros de terras destinadas à produção de azeitonas.

Muitos produtores de azeitona expressaram sua decepção com o Ministério da Agricultura, que apoiou o setor em seus esforços para expandir nos últimos 12 anos.

"Nenhum dos deputados da oposição acredita que essa proposta de lei seja lógica. Até deputados do partido no poder se opõem, mas não vemos sinal do governo atendendo às nossas preocupações desta vez ”, disse Güngör Şarman, chefe da União Cooperativa de Vendas de Óleo e Azeite de Tariş. Zaman de hoje.

Críticos dizem que o projeto contradiz o governo turco planeja promover produção nacional de azeitonas, avaliada em US $ 1.5 bilhões em 2012 - 2013. Desde a 2000, o número de oliveiras na Turquia aumentou de 90 milhões para 170 milhões, e as exportações devem atingir US $ 3.8 bilhões pela 2023 na taxa atual, embora a proposta de lei possa mudar tudo isso.

A Turquia atualmente ocupa o quarto lugar na lista dos maiores produtores mundiais de azeite de oliva, depois da Espanha, Itália e Grécia, com 10% da produção de oliva e 6% da produção mundial de azeite.


Anúncios

Notícias relacionadas

Feedback / sugestões