` Produtores uruguaios afirmam que exportações triplicarão em relação ao ano passado - Olive Oil Times

Produtores uruguaios dizem que as exportações triplicarão no ano passado

Novembro 19, 2013
Charlie Higgins

Notícias recentes

américa do sul-produtores-uruguaios-digamos-exportações-vão-triplicar-nos-últimos-anos-azeite-de-oliva-vezes-uruguaio-exportações-triplo

A indústria de azeite do Uruguai continuou a crescer este ano, demonstrando ainda mais que o país está a caminho de alcançar sua meta de produzir 10 milhões de litros anualmente pela 2020.

Daniel Davidovics, diretor da Associação Uruguaia de Azeite (Asociación Olivícola Uruguaya), disse em uma entrevista recente que o Uruguai terá triplicado suas exportações de azeite até o final deste ano e que o consumo local também tem aumentado.

"O consumo per capita no Uruguai aumentou de 200 gramas há apenas alguns anos para 450 neste ano. Ainda estamos muito longe dos 12 ou 13 litros per capita que se vê em alguns países europeus, mas o importante é que continuemos a crescer, que os consumidores continuem a conhecer as diversas propriedades do azeite e apreciem a excelente qualidade que O Uruguai pode produzir ”, disse Davidovics.

Embora os esforços de marketing para atingir o mercado interno tenham se fortalecido nos últimos anos, os produtores uruguaios estão igualmente ansiosos para enviar seus produtos para o exterior. Brasil, Canadá e Estados Unidos são os principais consumidores de azeite uruguaio, embora mercados não tradicionais como o Japão também sejam promissores.

"Claramente, o Uruguai tem como alvo os conhecedores de ponta em casa, mas também estamos procurando no exterior. Com o tempo, acreditamos que o Uruguai se tornará um exportador líquido. A partir do próximo ano estaremos produzindo valores superiores aos que o mercado interno pode consumir ”, disse Davidovics.

A produção nacional também está aumentando constantemente. Este ano, o volume de produção atingiu aproximadamente 700,000 litros, superando a previsão anterior do vice-presidente da Asolur, Alberto Peverelli, de 550,000 litros. Davidovics diz que no próximo ano o Uruguai deve aumentar esse número em 25% a mais.

"Estamos estimando que a produção de azeite extra virgem do próximo ano chegará a um milhão de litros, o máximo que já tivemos ”, afirmou ele.

A indústria do Uruguai tem se mobilizado cada vez mais nos últimos anos, como comprovam os 120 membros que atualmente pertencem à Associação Uruguaia do Azeite (Asolur). Fundada em 2004 com apenas doze membros, a organização recebe financiamento do governo por meio do programa PACC do Office of Budget and Planning. Asolur foi fundamental para ajudar o Uruguai a se tornar membro do Conselho Oleícola Internacional (COI) este ano, juntando-se à Argentina para se tornar o segundo país representante da América do Sul.



Notícias relacionadas

Feedback / sugestões