` Espanha especula sobre a aquisição do Deoleo pelos americanos - Olive Oil Times

Espanha especula sobre aquisição americana de Deoleo

Setembro 30, 2013
Julie Butler

Notícias recentes

negócios-europa-espanha-especula-na-americana-aquisição-de-deoleo-azeite-vezes-espanha-especula-sobre-norte-americana-aquisição-de-deoleo

Há rumores de que as gigantes americanas do agronegócio e alimentos Cargill e Bunge estão considerando uma aquisição da Deoleo, a maior distribuidora de azeite do mundo.

O jornal financeiro espanhol El Economista gerou especulação esta semana, alegando que a Cargill e a Bunge estavam avaliando uma possível oferta pela empresa com sede em Madri.

Citando fontes internas, o jornal disse por várias semanas que as empresas estavam "analisando as contas da Deoleo e o mercado de azeite da Espanha ”.

Mas em um comunicado à CNMV, a agência que supervisiona o mercado de ações espanhol, Deoleo disse que não estava em contato com nenhuma parte sobre a possibilidade de eles assumirem uma participação importante na empresa. E a Cargill, sediada em Minnesota, disse que sua política era não comentar sobre rumores ou especulações. "A qualquer momento, a Cargill está avaliando uma série de iniciativas para progredir em sua estratégia de negócios. É nossa política comunicarmos como e quando houver algo definitivo ”, afirmou.

A qualidade é importante.
Encontre os melhores azeites do mundo perto de você.

A Bunge, com sede em Nova York, ainda não respondeu a nenhum pedido de comentário.

A Deoleo (antigo Grupo SOS) comercializa as marcas Bertolli e Carapelli nos Estados Unidos. Seu grande grupo de marcas também inclui Carbonell, o azeite de oliva mais vendido do mundo.

Vários bancos espanhóis pretendem se desfazer de suas participações na Deoleo. Entre eles estão o acionista majoritário Bankia, que detém mais de 18 por cento da empresa, e Caixabank, com quase 6 por cento.

Combinado com as ações de outros credores espanhóis, acredita-se que um total de pelo menos cerca de um terço da Deoleo esteja à disposição. Isso é significativo porque, de acordo com a lei espanhola, as empresas devem manter sua participação em uma empresa em menos de 30% ou lançar uma oferta pública de aquisição completa.

El Economista disse que a Bunge havia alguns meses declarado a intenção de expandir sua atualmente pequena presença no setor de azeite, mas suas fontes viram a Cargill como a empresa com mais possibilidades como um potencial comprador da Deoleo.

Ele observou que a Cargill já tinha ligações com o Hojiblanca Cooperative Group, com sede em Málaga - o maior produtor mundial de azeite de oliva extra virgem - por meio de sua propriedade conjunta da fábrica de engarrafamento de azeite da Mercaazeite perto de Málaga. A própria Hojiblanca detém cerca de 10 por cento das ações da Deoleo.

Declaração de Deoleo de 26 de setembro à CNMV, a agência que supervisiona o mercado de ações espanhol: http://www.cnmv.es/Portal/HR/verDoc.axd?t={7f117795-538a-4beb-b0fe-2b59d063d429}



Notícias relacionadas

Feedback / sugestões