` Relatório da Comissão de Comércio do Azeite, previsto para segunda-feira Olive Oil Times

Relatório do Azeite da Comissão de Comércio que sai segunda-feira

Agosto 9, 2013
Olive Oil Times Staff

Notícias recentes

Relatório do Azeite da Comissão de Comércio que chega na terça-feira
John Sessler (à esquerda), presidente da American Olive Oil Association, na Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos, em Washington, em dezembro passado.

O investigação pela Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos (USITC) sobre a competitividade do setor de azeite está programado para ser entregue segunda-feira ao Comitê de Formas e Meios da Câmara dos Deputados dos EUA.

Desde uma audição em Washington, em dezembro passado, onde vinte testemunhas, incluindo produtores, químicos e importadores testemunharam sobre assuntos que variam de subsídios e tarifas à qualidade e fraude do azeite, o USITC colecionou informações sobre as práticas 2008 - 2012 dos principais fornecedores de azeite do mundo, enfatizando o EUA, Espanha, Itália e produtores norte-africanos.

O relatório abordará quatro áreas:

  • Revise os dados comerciais de produção, processamento e consumo de azeite.
  • Analisar os mercados internacionais de importação e exportação, incluindo o comércio entre a Europa e o norte da África, tarifas e classificações de azeite.
  • Avalie os fatores que afetam o consumo nos EUA, incluindo padrões, classificação e preço.
  • Compare os pontos fortes e fracos competitivos dos principais países de produção e processamento de azeitonas, incluindo organização industrial, processamento e tecnologia de azeite, influências governamentais, custos de produção, abordagens de marketing e taxas de câmbio.

A incipiente indústria de azeite dos EUA está focada em mais de dois por cento da demanda doméstica atualmente atendida e tem pressionado por um "condições de concorrência equitativas ”para competir com fazendas européias subsidiadas e alguns exportadores que, segundo eles, ocupam prateleiras de supermercados com produtos de menor qualidade e frequentemente rotulados incorretamente.

Notícias relacionadas