Eventos de comércio

Prêmio Literário EVOO homenageia Ranieri Filo Della Torre

A associação italiana de mulheres empreendedoras e produtoras EVOO, Pandolea está planejando a 2nd edição de seu prêmio literário internacional.

Setembro 25, 2017
Por Ylenia Granitto

Notícias recentes

A associação italiana de mulheres empresárias e produtoras de azeite, Pandolea anunciou a segunda edição de um concurso literário internacional Ranieri Filo della Torre baseado no tema do azeite e da oliveira.

Esta é uma oportunidade para criar e disseminar a cultura, com o objetivo ambicioso de redescobrir os valores ocultos do mundo da olivicultura.- Loriana Abbruzzetti, Pandolea

Após o sucesso da primeira edição, a associação organizou um programa rico, culminando em uma cerimônia de premiação que será realizada em 2 de fevereiro de 2018, na sede da Confederação Italiana de Agricultores, em Roma.

O evento conta com o apoio da Academia Nacional Italiana de Azeite e Azeite, que está entre as instituições italianas mais autorizadas do setor. Presidido por Riccardo Gucci, promove pesquisas e debates sobre as principais questões relacionadas à oliveira e seus produtos.

"O concurso é dedicado a Ranieri Filo della Torre, uma figura importante para o azeite italiano ”, disse a presidente da Pandolea, Loriana Abbruzzetti. "Esta é uma oportunidade para criar e disseminar a cultura, com o objetivo ambicioso de redescobrir os valores ocultos do mundo da olivicultura, seus rituais e lendas, histórias antigas e músicas que falam de heróis e bandidos, mas também de solidariedade. ”

Essa ocasião de reflexão e criatividade, que vai além das práticas de produção e valorização dos produtos, se origina das expressões artísticas amadas por della Torre, nascida em 1951 por uma família nobre. "Mas a nobreza inconfundível que ele possuía era a que havia em sua alma ”, disseram os organizadores da competição.

Anúncios

Marida Iacona della Motta Filo della Torre e Loriana Abbruzzetti

Ranieri Filo della Torre foi membro da Academia Nacional do Azeite e do Azeite, trabalhou como jornalista em prestigiadas revistas italianas do setor e foi co-autor de várias publicações sobre o cultivo da azeitona. Casados ​​com Marida Iacona, ceramista e pintora, têm dois filhos, Roberto e Carmen.

Desde 1999, ele era diretor geral da Unaprol e isso o levou a lidar com os problemas e as esperanças dos olivicultores com paixão e competência. "Ranieri conseguiu simpatizar com os outros e tentou entender os sentimentos, paixões e angústias de seus interlocutores, amigos e conhecidos, com simplicidade e lealdade, sem motivos ocultos ”, observou Abbruzzetti.

Humanidade, sabedoria, bondade e determinação, mas acima de tudo humildade, o caracterizavam. Quando aos sessenta anos, em 2011, morreu de leucemia, sua perda deixou um vazio enorme. "Queremos celebrar seus talentos profissionais e humanos através de suas paixões ”, ressaltou Abbruzzetti. "Além disso, ele planejava um evento para celebrar formas de expressão artística e literária e divulgar a cultura. ”

Literatura, história e comunicação e ciência são as três seções em que a competição é organizada. Corrado Calabro 'é o presidente do júri que avaliará os trabalhos, incluindo Elia Fiorillo, Loriana Abbruzzetti, Maria Cristina Valeri, Ilenia Gradante, Maria Rosa Patti, Antonio Ragone, Alessandra Felli, Gabriella Rossitto, Sergio De Angelis, Sergio Belfiore, Erberto Accinni , Stefano Colonna e Andrea Tomasini.

'Azeite, nutrição da Mãe Terra 'é o tema da seção literária, coordenada pela escritora Vera Ambra. Os melhores trabalhos serão coletados em uma antologia publicada pela Associação Akkuaria.

O vencedor da seção de história e comunicação, promovido pela Associação Vita Romana e com curadoria da arqueóloga Maria Rosa Patti, será publicado no Boletim Telemático de Arte BTA, pertencente ao departamento de história da arte da Universidade La Sapienza de Roma.

A seção científica, promovida pela Academia Nacional da Oliveira e do Azeite, é presidida por seu presidente Riccardo Gucci. Coordenado pela pesquisadora Sonia Esposto, destina-se a acadêmicos que prepararam teses de pós-graduação ou doutorado em biologia e cultivo de oliveiras, produção de azeite e seus derivados e preservação e valorização de produtos da olivicultura.

Prêmios especiais serão entregues a pessoas que fizeram uma contribuição significativa para as atividades da Associação Pandolea.

Obras, incluindo o formulário de registro, deve ser enviado até 30 de outubro de 2017.



Notícias relacionadas