` O que diferencia um azeite 'DOP'? - Olive Oil Times

O que faz um azeite 'DOP' diferente?

Jun. 1, 2013
Olivarama

Notícias recentes

O que faz um azeite 'DOP' diferente?

O Regulamento (CE) n.º 1151/2012 do Conselho e do Parlamento define denominações de origem como "um nome que identifica um produto que se origina em um determinado lugar, uma região ou, excepcionalmente, um país; cuja qualidade ou características se devam fundamental ou exclusivamente a um determinado enquadramento geográfico, com os factores naturais e humanos que lhe são inerentes, e cujas fases de produção decorrem integralmente numa determinada área geográfica. ”

Para além de cumprir estes requisitos, os azeites produzidos com denominação de origem devem apresentar algum prestígio no mercado e cumprir as rigorosas especificações estabelecidas pelo Conselho Regulador nos seus Termos e Condições. Entre outros aspectos, este documento determina a área geográfica protegida, a casta ou castas de azeitona aceites e os procedimentos a seguir durante o processo de elaboração.

Na realidade, estes azeites representam a selecção criteriosa que sucessivas gerações de agricultores têm feito a partir das oliveiras que melhor se adaptam ao seu contexto geográfico e que produzem os melhores azeites.

Não devemos esquecer que, para além de se enquadrarem na definição oficial, os azeites produzidos com denominações de origem devem ser certificados de acordo com as normas internacionais, que garantem de forma inequívoca a sua origem, qualidade e as peculiaridades que os diferenciam dos restantes .


Notícias relacionadas

Feedback / sugestões