Gammarth, Tunísia

European Members of Parliament have endorsed a plan to help the Tunisian econ­omy in the wake of last year’s ter­ror­ists attacks by allow­ing 70,000 tons of duty-​free olive oil imports.

Desde que a proposta foi anunciada pela primeira vez em setembro passado, houve wide­spread crit­i­cism entre outros países produtores da UE, como Espanha, Itália e Grécia. Muitos no setor acreditam que as medidas levarão a um desequilíbrio e darão à Tunísia e vantagens injustas.

A UE está ao lado dos tunisianos e pretendemos exercer a solidariedade de forma tangível- Marielle de Sarnez

No entanto, os eurodeputados do comité de comércio do Parlamento Europeu votaram no início desta semana para estampar as medidas de emergência que foram apoiadas pelos votos da 31 a sete, com uma abstenção.

O turismo na Tunísia foi severamente danificado desde um incidente terrorista em junho do 2015, quando turistas europeus do 38 foram mortos a tiros em um resort de praia em Sousse e outro ferido no 39. O número de turistas britânicos e outros turistas do norte da Europa despencou desde que o Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo massacre.

A UE disse que as medidas de emergência são uma "demonstração de solidariedade" para com a Tunísia em tempos difíceis.

“Numa época em que a Tunísia enfrenta problemas muito sérios, nosso voto dá o sinal certo; que a UE está ao lado dos tunisianos e que pretendemos exercer solidariedade de maneira tangível ”, afirmou a relatora Marielle de Sarnez.

Acknowledging the con­cerns from other nations, the duty-​free allowance can be reviewed and changed, but only after one year.

“Sei que para colegas de alguns países a questão do azeite é sensível.

"Quero garantir a eles que a alteração que adotamos prevê que, se depois de um ano percebermos que há realmente um problema, a Comissão poderá tomar medidas para corrigir o desequilíbrio", acrescentou.

The next step will be for the emer­gency mea­sures to go before full European Parliament and if they go through, Tunisia will be allowed a two-​year, duty-​free quota of 35,000 tons per year.

The olive oil sec­tor indi­rectly employs more than one mil­lion peo­ple in Tunisia account­ing for one-​fifth of jobs in the agri­cul­tural indus­try. Olive oil is also Tunisia’s main agri­cul­tural export.



Comentários

Mais artigos sobre: , , ,