`Marrocos e Argentina buscam aumentar a produção de azeitonas

África / Oriente Médio

Marrocos e Argentina buscam aumentar a produção de azeitonas

Setembro 8, 2014
Chris Lindahl

Notícias recentes

O Marrocos, já o segundo maior exportador de azeitonas do mundo, diz que espera dobrar sua produção pela 2020.

Espanha, Itália e Grécia são os três grandes nomes que você pode imaginar quando se trata de azeite. Mas a argentina? Se as ambições dos governos de Marrocos e Argentina são realizadas, os grandes nomes da "Ouro líquido ”pode ter algumas caras novas.

O Marrocos, que já é o segundo maior exportador de azeitonas de mesa depois da Grécia, espera dobrar sua produção total em 2020 para 2.5 milhões de toneladas, segundo o La Semana Vitivinícola. Isso representa uma duplicação do valor atual, que representa 5% do PIB agrícola do país do norte da África.

Localizada ao sul da Espanha, no Estreito de Gibraltar, cerca de 45% da população ativa de Marrocos está empregada na agricultura.

Do outro lado do Atlântico, na Argentina, um grupo de legisladores da província de Cuyo apresentou um projeto de lei no congresso para promover a modernização da indústria de oliva do país. O projeto criaria um fundo para incentivar a revitalização de uma indústria que estava atingido com força pela geada nos últimos três anos. Dentro da província, 37 por cento da área total de oliveiras foi destruída, segundo relatos.

Os políticos dizem esperar que a nova iniciativa crie empregos nas áreas rurais e estimule o crescimento em um setor atualmente carente de incentivos fiscais

Ao longo da última década, produção de azeite no país mais que dobrou, enquanto a produção de azeitona de mesa aumentou quase 90 por cento.

Anúncios

Notícias relacionadas