O Ministério da Agricultura do Paquistão tem procurado maneiras de promover o cultivo de azeitonas no país para criar uma oportunidade significativa de exportação para os agricultores. O ministério identificou o Punjab como um estado potencial importante para o cultivo da oliveira. Um plano detalhado foi preparado para o cultivo científico de azeitonas em Punjab e áreas vizinhas.

O plano inclui os distritos de Sialkot, Rawalpindi, Narowal, Jhelum, Gujrat, Islamabad, Khushab, Chakwal e Attock, no Punjab, como áreas com grande potencial para o cultivo da oliveira. Especialistas no governo são da opinião de que um impulso ao cultivo de azeitona indígena pode ajudar a produzir quantidades substanciais de azeite de oliva, levando à substituição de importações e salvando as preciosas divisas do país.

O Instituto Barani de Pesquisa Agrícola (BARI), no distrito de Chakwal, em Punjab, realizou uma extensa pesquisa para determinar áreas que têm um ambiente ideal predominante, tipo de solo, faixa de temperatura e precipitação média para atender o cultivo de azeitonas. O plano visa usar terras marginais para o cultivo da oliveira, para que os agricultores não tenham que substituir as culturas existentes para acomodar as plantações de oliveiras.

O departamento de agricultura da Autoridade de Desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas (SMEDA) em Punjab está conduzindo programas de treinamento e conscientização sobre técnicas modernas de cultivo de oliva para os agricultores. Vários fazendeiros de grande porte no Punjab já demonstraram grande interesse pelo cultivo da oliveira. Os produtores de azeite também receberão treinamento para produzir produtos de valor agregado com qualidade de exportação.



Mais artigos sobre: , , ,