`Andaluzia lidera Fórum Europeu das Oliveiras - Olive Oil Times

Andaluzia lidera fórum europeu de regiões olivícolas

2 março, 2012
Pandora Penamil Penafiel

Notícias recentes

A ministra da Agricultura e Pescas da Andaluzia, Clara Aguilera, anunciou um encontro, a ter lugar no dia 7 de março.th em Bruxelas, de "Fórum Europeu das Regiões das Oliveiras ”, uma iniciativa promovida pela Andaluzia e assinada por 13 áreas de produção européias.

O objetivo do fórum é defender os interesses estratégicos do setor oleícola e o desenvolvimento dos territórios oleícolas das regiões participantes, Dubrovnik-Neretva e Ístria (Croácia), Andaluzia e Catalunha (Espanha), Córsega, Langedoc-Roussillon, Provença-Costa Azul-Alpes e Ródano-Alpes (França), Creta e Sterea Ellada (Grécia) e Emília Romanha, Apúlia e Toscana (Itália). Os territórios compreendem representam mais da metade da área de terra da Europa dedicada aos olivais.

O Fórum, que ainda está aberto à adesão de outras áreas produtoras, é apoiado pela Assembléia das Regiões Européias produtoras de Frutas, Legumes e Plantas (AREFLH) e pela Associação de Regiões Européias para Produtos de Origem (AREPO).

Seu trabalho se concentrará principalmente, de acordo com o Ministério da Andaluzia, em influenciar as políticas da União Europeia e desempenhar um papel importante no processo de tomada de decisões que afetam o setor de azeitonas. Além disso, o Fórum promoverá o compartilhamento de estratégias entre governo, setor privado e consumidor, focadas em eficiência, competitividade, sustentabilidade, qualidade e marketing.

Entre outras iniciativas, as regiões participantes lançarão um preços, mercados e custos europeus "observatório ”, como referência para o acionamento de mecanismos de regulação e reconhecimento de crises.

O grupo prevê ainda a coordenação de ações de marketing e promoção que visem a distinção do azeite como um produto saudável.

No âmbito da próxima reforma da política agrícola comum (PAC), as Regiões Olivícolas Europeias defendem o modelo de pagamentos diretos para a produção e não por superfície.

O Fórum exigirá maior poder das organizações de produtores, para que melhorem seu poder de barganha na cadeia de valor agroalimentar, em relação aos grandes varejistas. Eles solicitarão a criação de regras comunitárias que possam estabelecer e atualizar um mecanismo de armazenamento privado dependendo dos limites de preço variável e dos custos de produção da época.

Por fim, as regiões participantes do Fórum solicitarão a implementação de programas nacionais de apoio cofinanciados com fundos europeus semelhantes aos já desenvolvidos em outras áreas que enfrentam dificuldades estruturais, como é o caso das nozes.

Setor estratégico

  • O olival é a agricultura mais representativa e simbólica da União Européia do Sul, com 4.4 milhões de hectares em cultivo.
  • A Andaluzia concentra mais de 34 por cento da superfície europeia da azeitona e seus milhões de acres de 1.5 produzem 40 por cento de azeite no continente, com uma produção média de cerca de 1.2 milhões de toneladas por ano.
  • O cultivo da azeitona reúne mais das usinas 800, que representam a principal atividade de mais de municípios da Andaluzia e das famílias 300.
  • Os quatro principais produtores europeus de azeite (Espanha, Itália, Grécia e Portugal) compreendem a 70 por cento da produção mundial de azeite e cerca de 30 por cento das azeitonas de mesa.



Anúncios

Notícias relacionadas

Feedback / sugestões