` Novos fundos da UE para pesquisa sobre Xylella Fastidiosa - Olive Oil Times

Novos fundos da UE para investigação sobre a Xylella fastidiosa

Novembro 27, 2015
Isabel Putinja

Notícias recentes

Na sequência de um workshop organizado pela Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA), realizado em Bruxelas nos dias 12 e 13 de novembro de 2015, a Comissão Europeia anunciou que estão a ser disponibilizados novos fundos para investigação em Xylella fastidiosa.

O workshop de dois dias teve como objetivo examinar as lacunas de conhecimento e as prioridades de pesquisa que foram identificadas no Parecer científico da AESA publicado no início deste ano, e reiterado nas conclusões de um workshop sobre métodos de controle da Xylella fastidiosa realizado em Milão em julho de 2015.

No segundo dia, um representante da Direcção-Geral da Agricultura da Comissão anunciou o convite à apresentação de propostas de investigação e convidou os participantes a candidatarem-se a bolsas que abrangem investigação sobre a prevenção, detecção e controlo da Xylella fastidiosa.

Outro objetivo do esquema anunciado é melhorar o conhecimento sobre a bactéria e, especificamente, lançar luz em seus vetores, interação com hospedeiros, vetor e patógenos e epidemiologia. O montante reservado é de € 7 milhões em 2020 Horizon, o regime de financiamento da investigação e inovação da UE. O prazo para propostas é fevereiro 17, 2016.

Xylella fastidiosa, uma bactéria disseminada por insetos, foi responsabilizada pela devastação de dezenas de milhares de hectares de olivais na região da Apúlia, no sul da Itália. Mais recentemente, cepas da bactéria foram descoberto na ilha francesa da Córsega, bem como em várias áreas da França.

A União Europeia é o maior produtor mundial de azeite, produzindo 73 por cento do azeite do mundo, enquanto consome 66 por cento.

Notícias relacionadas

Feedback / sugestões